Paulo Izael
Escrevo o que sinto, mas não vivo o que escrevo.
Capa Textos Áudios Fotos Perfil Livro de Visitas Contato Links
Textos
MASOQUISMO!!!

Até onde vai a dor
De alguém que quer sofrer?
Quem nasceu para solidão
Jamais terá alegria no coração.
E o máximo que pode esperar
É abandono, sofrimento e decepção.
Quem no peito chora carinho,
Desola-se em copiosas lamúrias,
Sempre a espera do amor que partiu.
O vazio do tempo deteriora a mente,
Direciona os pensamentos rumo ao caos.
Encurrala os sentimentos e condiciona-o
A repelir a paixão, sempre que manifestada.
Toda reação é inerte, um torpor aparente,
Suficiente para esboçar o prenuncio
Devassador que machuca e assoma;
desencadeando em masoquismo passional.
Paulo Izael
Enviado por Paulo Izael em 09/07/2005
Comentários