Paulo Izael
Escrevo o que sinto, mas não vivo o que escrevo.
Capa Textos Áudios Fotos Perfil Livro de Visitas Contato Links
Textos
LIVRAI-ME DAS TENTAÇÕES!

Senhor, livrai-me das tentações,
Em troca me entregarei ao celibato.
Livrai-me das bocas vermelhas,
Das minissaias extravagantes
E não deixai que eu olhe com furor,
Os biquinhos pontiagudos
Do generoso par de silicones...
Apagai em mim, a vergonhosa cobiça.
Que eu tenha refreado o desejo
Quando espio as pernas torneadas.
Afaste de mim os lábios carnudos,
Os insinuantes rebolados.
Não me deixe praticar a infidelidade.
Cessai meu ímpeto, a perturbação,
Em momentos em que me perco
E sou sugestionado a luxúria.
Faça-me como eu era antes,
Afastando todas as amantes!
Contenha a fornicação, libido.
E que a paz interior seja restaurada.
Pensando bem, Pai Todo Poderoso,
Livrai-me desta promessa,
Pois corro o risco de ser canonizado.
Paulo Izael
Enviado por Paulo Izael em 29/06/2005
Alterado em 20/09/2005
Comentários