Paulo Izael
Escrevo o que sinto, mas não vivo o que escrevo.
Capa Textos Áudios Fotos Perfil Livro de Visitas Contato Links
Textos

PENOSO OLHAR



Este mundo
Tão desolador,
Enfraquece a fé.
Enaltece a dor.

Esta vida oferecida,
Misteriosa e pegajosa,
Provinda de tragédia
Que arruína e enoja.

Disforme estadia
Que avilta e veste
Toda minha alma
Numa mortalha inerte.

Onde a tremula retina,
Num penoso olhar,
Incompreende a vida,
Prestes a se ausentar.



www.pauloizael.com


Paulo Izael
Enviado por Paulo Izael em 02/05/2010
Alterado em 02/05/2010
Comentários